Objetivos e Metas das Empresas

Você sabe o que é uma meta? Caso não saiba não se preocupe que vamos explicar o que é e sua importância.

Meta é algo que precisa ser entregue num determinado tempo, demandando recursos pessoais ou materiais e gerando resultados diversos como lucro, segurança, satisfação, etc.

Por exemplo, eu posso ter a seguinte meta: perder 15 quilos em 12 meses (sonha)

Mas uma empresa pode também ter suas próprias metas, como por exemplo: aumentar a produção de 5 t para 10 t em 3 meses.

Mas antes de avançar, vamos entender como nascem as metas. Veja o quadro abaixo:

Meta

Vamos lá! O processo acima funciona assim:

a.. Objetivos Anuais da Empresa:

  • toda empresa tem objetivos de curto, médio e longo prazo, que são definidos muitas vezes por comitês de acionistas ou pelo dono da empresa.
  • estes objetivos são diversos, mas normalmente são agressivos e demandam muita superação dos funcionários para atingi-los.
  • o exemplo acima que usamos “Aumentar Lucro em 10%” é um objetivo bem comum em organizações.
  • estes objetivos são “diluídos” em todos os setores da empresa, gerando para cada departamento/pessoa metas e indicadores a perseguir. Este processo é conhecido como desdobramento de objetivos.
  • o desdobramento de objetivos vai desde o conhecimento dos “Objetivos e Metas da Empresa” até a definição do “Responsável e Data da Ação”, pois a partir deste ponto tem início a Gestão das Metas e Indicadores.

b.. Áreas da Empresa:

  • como dito antes, todas as áreas da empresa terão Metas e Indicadores para entregar.
  • usamos no nosso exemplo a “Área Comercial”.

c.. Metas e Indicadores: 

  • cada área especifica a meta e quais indicadores serão monitorados.
  • no nosso exemplo, para a Área Comercial ajudar a empresa a ter uma lucratividade de 10% a mais, ela tem a meta de aumentar as vendas em 1000t e o indicador que será controlado é o “volume vendido em t”.

d.. Análise e Plano de Ação:

  • bom, até agora a meta e o indicador foi definido para a área comercial, e neste momento é que é feita uma análise para ver quais são as ações possíveis para serem definidas.
  • no exemplo usamos duas ações que visam vender para a Argentina e para a Venezuela.

e.. Responsável e Data:

  • esta parte também é muito importante, pois as pessoas se comprometerão na entrega do que foi acordado.
  • a partir deste ponto acabou a missão do desdobramento de objetivos.

f.. Avaliação da Eficácia:

  • neste momento se inicia a gestão das metas e indicadores, onde se observa se as ações estão sendo eficazes para atingir a meta definida.
  • caso sejam, há o atingimento da meta e um resultado financeiro, e caso não sejam, análises e ações são necessárias.

Obviamente estou colocando de uma maneira mais simples a gestão de meta e indicadores, pois há muitas maneiras de se fazer esta gestão, desde reuniões periódicas da operação até a Presidência até modelos menos complexos.

Agora que você já entendeu o que é meta, aqui vai minha pergunta:

Você entende quais são as suas metas e da sua empresa?

Se você está coçando a cabeça, você não está sozinho. Objetivos e metas claras fornecem orientações, que possibilitam:  a empresa crescer; criam confiança na liderança, ajudam a definir prioridades estratégicas, mantêm os trabalhadores envolvidos e motivados.

Mas, com base em um novo estudo do instituto Gallup, apenas 22% dos funcionários concordam que a liderança de sua empresa tem uma direção clara, e que apenas 33% dos funcionários estão engajados.

Esses números sombrios têm sérias implicações para os negócios, uma vez que os trabalhadores desengajados são menos produtivos, o que afeta negativamente o crescimento das empresas.

Essa perda na produtividade custa aos EUA até U$ 605 bilhões por ano.

Pense onde você trabalha, imagine que as metas não estão definidas e claras: como você realmente acredita que a empresa atingirá suas metas de negócios?

Caso o seu setor não tenha tido um processo de “Desdobramento de Objetivos”, coloquei alguns passos que podem norteá-lo para criar metas e Para rastrear efetivamente as metas e os objetivos da sua empresa, siga estas seis medidas para que todos em sua equipe saibam em que focar, e também o efeito de seu trabalho.

ETAPAS 

Etapa 1: identifique seus objetivos e metas de alto nível 

Sua empresa, unidade de negócios ou departamento provavelmente tem objetivos claros definidos para o ano.

Meta

Pode ser um aumento nos ganhos, novos usuários, novos produtos ou alguma outra medida. E para atingir esse número, talvez seja necessário aumentar o reconhecimento da marca no mercado, atingir suas metas de contratação ou inserir uma categoria completamente nova.

De posse destes objetivos, faça um brainstorming para elencar quais as metas e indicadores o seu departamento tem que atingir para garantir os objetivos da empresa, e depois faça uma priorização para focar no que é mais importante.

Quando você identificar essas prioridades, certifique-se de que cada uma seja clara e factível. 

Etapa 2: acompanhe seus objetivos em um local visível

Depois que suas metas e indicadores foram definidos, eles são normalmente compartilhados em uma reunião ou via e-mail.

Meta

No começo, todo mundo está animado com eles, mas à medida que as demandas diárias tomam conta, eles começam a desaparecer em segundo plano.

Contudo há uma maneira simples de corrigir isso: monitorar as metas e indicadores em um lugar onde todos possam encontrá-los e acessá-los.

  • Vantagens de tornar seus objetivos mais visíveis:
    • Eles estão mais inclinados a ficar em mente (ou seja, as pessoas vão lembrar quais são os objetivos!)
    • Mostra que a liderança tem uma direção clara (o que gera confiança).
    • Ajuda os funcionários a entender a importância e o impacto do trabalho deles (o que eles fazem!)

Etapa 3: definir “checkpoints” claros

Uma vez que as metas e indicadores foram colocados em um local central (que todos podem obter), é hora de especificar os checkpoints que podem ajudá-lo a alcançar as metas, e saber se que no caminho certo.

Meta

Garanta que os checkpoints estão vem visíveis para todos.

Pense nisso como seu plano de ação com medidas claras e um prazo definido.

Por exemplo, para “acelerar a presença da marca no mercado”, um de seus checkpoints poderia ser “aumentar o tráfego no site ano a ano, em 10% no primeiro trimestre”.

Algumas características dos checkpoints

São mensuráveis: Identifique uma indicador específico – provavelmente um número ou uma resposta qualitativa – que você deseja alcançar com esse checkpoint, para que fique claro para onde você está trabalhando.

Tem um prazo final: Deixe claro quando você gostaria de alcançar este checkpoint. Um prazo definido ajudará a manter você e sua equipe no caminho certo.

Alguém é responsável por isso: Designar alguém para ser responsável por atingir o checkpoint, ou dirigir os esforços para ele. É melhor selecionar alguém cujo papel e responsabilidades estejam alinhadas com todos os projetos e trabalhos que serão feitos.

Etapa 4: Conecte os projetos as metas e checkpoints

Agora é hora de ir direto ao assunto de identificar ações e projetos que você e sua equipe irão operar para atingir suas metas.

Meta

Esta medida é vital para manter os seus funcionários envolvidos no trabalho. As pessoas gostam de saber o que elas fazem e por que fazem, e a maneira ideal de mostrá-las seria mostrar a conexão entre o trabalho delas e as metas principais.

Este passo também ajudará a sua empresa a ter trabalhadores engajados, os quais têm mais probabilidade de permanecer na empresa, serem mais eficazes, comportar-se como embaixadores de marcas e produtos bem-sucedidos,e proporcionar uma melhor experiência ao cliente, o que ajuda a impulsionar as vendas e a rentabilidade.

Etapa 5: compartilhe atualizações de progresso e observe o sucesso

À medida que sua equipe completa trabalhos e atinge checkpoints fundamentais, é importante compartilhar essas atualizações com toda a companhia. Todos podem ver o progresso e celebrar o sucesso – isso é bom para aumentar a moral e manter os trabalhadores focados.

Meta

É claro que as coisas nem sempre vão de acordo com o planejado. Haverá tarefas que serão atrasadas ou pontos de checkpoints que serão ignorados.

Estas informações também precisam ser compartilhadas para que as estratégias possam ser repensadas e as prioridades mudadas antes que seja tarde demais.

Etapa 6: Use metas e resultados anteriores para planejar metas futuras

Você completou as ações e projetos, atingindo checkpoints importantes e cumprindo as metas.

Meta

Já que você tem um registro de todas essas informações, use os aprendizados como um guia para planejar suas metas para o próximo ano. Leve uma meta adiante ou trace novas metas com base em oportunidades de negócios e desenvolvimento.

CONCLUSÃO SOBRE META

As metas de negócios são o destino, os objetivos são o mapa, os checkpoints são os marcadores, os quais mostram se você está indo na direção certa, e seus projetos e programas são o seu caminho para alcançá-los.

Ao rastrear metas, objetivos e checkpoints em um só lugar, eles permanecerão na mente, e você (e todos os outros) saberão o progresso que fizeram, e sua equipe será capaz de observar o efeito que eles estão gerando.

Pelas palavras do professor Vicente Falconi:

Liderar é bater metas constantemente!

Conheça mais sobre o Treinamento Especialista Kaizenhttps://www.gradusct.com.br/treinamentos/kaizen/

Saiba mais em: https://www.gradusct.com.br/?p=8593&preview=true

relatório a3

10

Comente

Seu endereço de e-mail não será publicado.