Prevenção: FMEA para evitar falhas e seus efeitos nas empresas

O FMEA é uma ferramenta que identifica as possíveis falhas e sua relevância, para depois priorizar e definir ações robustas para as mesmas.

fmea
vídeos

Mais sobre esse material

O FMEA é uma ferramenta de prevenção para detectar, priorizar e tratar possíveis modos de falha em qualquer atividade dentro e fora de empresas.

Modos de falha e análise de efeitos (FMEA) é um método passo-a-passo de identificação de todas as falhas prováveis ​​em um projeto ou atividade, seja um processo de fabricação,montagem, serviço ou produto.

“Modos de falha” significam as maneiras onde algo pode dar errado. Falhas são quaisquer defeitos ou erros, especialmente aqueles que influenciam o cliente, e podem ser potenciais ou reais.

“Análise de efeitos” refere-se à análise das conseqüências dessas falhas.

As falhas são priorizadas de acordo com a gravidade de seus impactos, com a frequência ocorrem e com que facilidade podem ser detectadas. O objetivo do FMEA é tomar medidas para remover ou reduzir falhas, começando com as mais prioritárias.

FMEA não é um substituto para uma boa tecnologia, mas é excelente como prevenção. Em vez disso, aprimora a engenharia usando o conhecimento e a experiência de uma equipe para examinar o plano de um produto ou processo, avaliando seu risco de falha.

FMEA como prevenção

Historicamente, quanto mais cedo uma falha é descoberta, menos ela custará. Quando uma falha é descoberta no final do desenvolvimento ou lançamento do produto, o impacto é exponencialmente mais catastrófico.

O FMEA está entre as muitas ferramentas usadas para detectar falhas durante seu estágio inicial no processo ou no design do produto. Descobrir um colapso no início do desenvolvimento de produto (PD) usando FMEA fornece os benefícios de:

Numerosas escolhas para atenuar o risco

Maior capacidade de Verificação e Validação de Mudanças

Colaboração envolvendo layout deste produto e processo

Projeto aprimorado para fabricação e montagem

Soluções de custo reduzido

Uso do conhecimento já instalado

Em última análise, essa metodologia é eficaz na identificação e correção de falhas no processo desde o início, para que você possa evitar as terríveis conseqüências do baixo desempenho.

Além disso, é uma boa ideia fazer um FMEA ocasionalmente ao longo do ciclo de vida de um processo ou produto.

Qualidade e confiabilidade têm que ser constantemente examinadas e aprimoradas para melhores resultados.

Assista nosso vídeo explicando como fazer um FMEA!

prevenção

0

Já possui uma conta? Faça seu Login