Produção Enxuta e seus Benefícios

A produção enxuta é amplamente utilizada atualmente por empresas que trabalham com produção. Ela ajuda a melhorar todos os setores de uma empresa.

A seguir te mostraremos tudo o que você precisa saber a respeito desse modelo de processo de produção.

Produção Enxuta

O que é produção enxuta?

Você com certeza ouviu falar sobre esse tipo de produção, mas você sabe do que ela realmente trata? Quando falamos em produção enxuta, um dos primeiros conceitos que nos vem à mente é de uma produção reduzida, sem desperdícios.

Basicamente a produção enxuta é exatamente isso. Essa produção é realizada de modo que não tenha desperdícios de produção.

Além disso, a produção enxuta é a tradução do famoso Lean Manufacturing, sendo usado também para referir-se a princípios e técnicas de produção, visando sempre a melhoria contínua dos processos de produção da empresa.

Esse termo se tornou extremamente popular com o Lean Manufacturing e o Sistema Toyota de produção.

De forma resumida, a produção enxuta é realizada para entregar ao cliente exatamente o que ele deseja, ou seja, a entrega deve ser feita na quantidade que ele desejar e também dentro do tempo definido pelo cliente.

Com um sistema de produção enxuta é possível conhecermos qual é a real necessidade do nosso cliente e com isso passamos a adotar processos que atendam a necessidade dele na medida exata.

É lógico que cada empresa atua de uma forma no mercado, no entanto, existem empresas que precisam e podem adotar processos diferentes para clientes diferentes, mas não fazem isso visando uma possível redução de custo ou somente por burocracias que dificultam alterações no processo de produção.

Com isso, muitas vezes ao invés de ocorrer uma redução de custo, acontece exatamente o contrário e ainda faz com que a empresa não entregue o que prometeu ao cliente com a melhor qualidade que poderia e ainda pode ficar pra trás da concorrência.

Como surgiu a Produção enxuta?

O modelo de produção enxuta surgiu a partir de práticas japonesas adotadas após a Segunda Guerra Mundial. O Japão precisava de métodos rápidos e eficientes de reconstrução, sendo que deveriam evitar ao máximo os desperdícios. Sendo assim, desenvolveram a técnica de produção enxuta.

Em 1950 o Japão estava atrasado pela guerra, onde a maioria das indústrias do país haviam sido destruídas pelos inimigos. Com o cenário de guerra e destruição, os japoneses encontravam-se tristes e com a moral devastada.

Com tudo isso, os japoneses criaram uma instituição denominada de JUSE (Japanese Union of Scientists and Engineers), que era uma instituição criada com a finalidade de unir cientistas e engenheiros para ajudar na reconstrução do país.

A JUSE foi extremamente importante para o Japão, pois levou para o país grandes profissionais da qualidade, sendo que muitos deles saíram dos EUA para o Japão, como no caso de Deming, um dos gurus do assunto qualidade.

Se o Japão precisava começar tudo do zero, eles queriam começar fazendo tudo direito. Esse era o principal foco e intuito da JUSE.

A partir daí que a produção enxuta começou a ganhar forma, pois a JUSE inspirou a Toyota a procurar uma forma de se destacar diante dos gigantes concorrentes.

A Toyota estava passando por uma situação extremamente difícil por conta dos reflexos da guerra. A empresa além de ter que competir com a Ford, estava com poucos recursos e muitas limitações causadas pelo cenário destrutivo pós-guerra.

Com isso ela foi forçada a criar um meio para sobreviver e assim desenvolveu o modelo de produção enxuta. A produção tinha como base a flexibilidade e conhecimento profundo das necessidades dos seus clientes.

A Toyota então adaptou a sua produção para sempre fazer o que o cliente solicitasse, assim como também na hora e como ele quisesse.

Assim a Toyota conseguiu aumentar a produção sem aumentar os seus custos.

Filosofias do Lean Manufacturing

Para adotar a produção Lean é necessário implantar algumas filosofias do pensamento enxuto em sua empresa. Quando você for implantar esses pensamentos é essencial focar na real necessidade do seu negócio.

Não adianta você focar apenas em implantar e aplicar tais filosofias, pois isso não vai te dar os resultados que você deseja. Foque primeiramente nas suas necessidades.

Veja a seguir as filosofias utilizada na produção enxuta:

  • O cliente deve estar sempre em primeiro lugar. Dessa forma, nenhum defeito deve ser passado para ele, ele deve determinar o preço, o pedido deve ser atendido exatamente igual às especificações do cliente e imediatamente;
  • Os recursos humanos são os de maior valor, ou seja, as pessoas são importantes pois são elas que tratam os problemas, fazem contribuições importantes para o mundo e possuem capacidade ilimitada de se desenvolver;
  • O Kaizen deve ser utilizado, pois gera melhoria na qualidade, redução de custos e promove também o desenvolvimento das pessoas de modo a ajudar a alcançar os objetivos;
  • O foco deve estar onde as coisas acontecem, nas atividades que agregam valor, mudanças constantes e ouvir também as pessoas que executam as atividades dos processos.

Técnicas e ferramentas

produção enxuta

Existem muitas técnicas e ferramentas utilizadas no Lean Manufacturing. Veja a seguir um pouco sobre elas.

1) Tempo TAKT

Esse tempo TAKT é o tempo que define a velocidade do sistema de produção. Quando a produção é mais rápida que o TAKT ocorre um excesso de produção.

2) Fluxo contínuo

O fluxo contínuo possibilita que o tamanho do lote seja o menor possível, reduzindo os estoques e também as esperas.

3) ANDON

Essa é uma ferramenta que pode ser visual ou sonora usada para avisar uma anormalidade no processo.

4) MURI, MUDA e MURA

Pretende eliminar estes três requisitos. O MURI elimina as sobrecargas geradas nas operações difíceis ou que não sejam naturais. MURA visa eliminar problemas com variações. Já o MUDA elimina desperdícios ocasionados por atividades que não agregam ao processo de produção.

5) Sistema puxado

Aqui a produção só acontece quando a etapa posterior do processo necessita, ou seja, é de acordo com a demanda do cliente. O estoque atua com o mínimo e o TAKT é definido pelo cliente.

6) Poka Yoke

Você consegue prevenir a ocorrência de falhas, por tirar do executante da atividade a responsabilidade de cometer um erro na produção.

7) 5S

O 5S ajuda a organizar o local do ambiente de trabalho, melhorando o bem estar dos funcionários e a produtividade.

8) Células de manufatura

O objetivo da célula de manufatura é otimizar o uso dos recursos através da integração de processos, máquinas, mão de obra e outras.

9) Operador multifuncional

O operador da célula deve ser muito bem preparado em todo o processo que envolve a célula de manufatura.

10) Troca Rápida de Ferramenta – TRF

SMED (Single Minute Exchange Die) é uma técnica que permite a redução de tempos de setup, o que ajuda a produzir lotes econômicos e menores.

11) Kanban

Esse é um cartão ou etiqueta de trabalho que circula de forma repetitiva na área de produção. Nele é possível ter acesso a informações sobre o que queremos produzir.

12) Sete desperdícios da produção

A eliminação dos sete desperdícios (espera, transporte, movimentação, defeito, super processamento, superprodução e excesso de estoque) ajuda a melhorar as condições de trabalho e produção.

Produção puxada x Produção enxuta

Antes de conhecer a produção enxuta é necessário saber que antes ocorreu o desenvolvimento da produção puxada. Para entender sobre a produção puxada também é necessário entender um pouco sobre a produção empurrada.

A produção empurrada é aquela em que acontece a produção de acordo com um planejamento de vendas. O setor de PCP (Planejamento e Controle da Produção) programa uma produção de acordo com o valor que ele acha que o cliente vai comprar. Depois o setor divide os lotes em ordens de produção.

O objetivo desse método de produção é diminuir os setups da linha e guardar o produto confeccionado em estoque. Com isso a medida em que o cliente for comprando, o estoque vai sendo consumido.

Esse modelo de produção empurrada não é muito bom por geralmente gerar estoques imensos e fazer com que a mercadoria fique parada durante muito tempo.

Na produção puxada, diferente da empurrada, o PCP não realiza previsão de produção. A produção é realizada com base na determinação dos próprios operadores, utilizando cartas kanban e supermercado de peças.

Quando o produto vai sendo consumido e o supermercado de peças começa a entrar em baixa, aí começa novamente uma produção utilizando também o supermercado de peças anterior.

Assim, a produção puxada faz a fabricação do que o cliente exatamente quer, gerando melhores resultados nas vendas.

Kaizen x Produção enxuta

O kaizen significa uma melhoria contínua para a empresa. Quando uma organização faz a adoção do kaizen ela está Implementando uma melhoria contínua desde os seus processos até a cultura de resolução de problemas da empresa.

O kaizen visa a melhoria contínua em diversos aspectos da organização a longo prazo, pois a sua filosofia é a de fazer o que tiver de fazer de forma bem feita e resolver os problemas da empresa de uma vez por todas.

O Kaizen tem absolutamente tudo a ver com o sistema de produção enxuta, pois quando realizamos melhorias pontuais na nossa linha de produção de torna muito mais fácil implementar uma produção enxuta.

Dessa forma, o Kaizen e a produção enxuta devem andar alinhados no sistema de produção.

Para que você possa entender melhor vamos a um exemplo claro nas atividades de setup. Essas atividades são feita quando há a necessidade de calibrar máquinas ou adicionar matéria prima no setor de produção.

Empresas no geral evitam realizar setups ao máximo por conta do impacto no processo de produção. Para isso, muitas produzem grandes lotes de mercadorias e isso define claramente uma linha de produção pouco flexível.

Uma linha de produção que não possui flexibilidade fica inviável para adotar o regime puxado. Mudar várias vezes de produção ao longo do dia consome muito tempo e prejudica muito a produção.

Por este motivo, a produção empurrada é adotada, adotando estoques imensos de produtos e não criando uma linha de produção enxuta.

Como adotar uma linha de produção enxuta

produção enxuta

Para adotar uma linha de produção enxuta é necessário diminuir o tempo de setup. Mas para fazer isso é necessário melhorar o processo de forma contínua com o Kaizen.

Quando fazemos isso conseguimos reduzir o tempo do processo e aumentar assim a flexibilidade da linha de produção, tornando ela cada vez mais enxuta.

Benefícios de uma produção baseada no Lean Manufacturing:

  • Reduz perdas;
  • Padroniza processos;
  • Aumenta a eficiência;
  • Melhora a qualidade;
  • Mais vantagens competitivas;
  • Reduz custo;
  • Aumenta a lucratividade;
  • Entre outros.

Conclusão

A produção enxuta é um modelo de produção antigo que surgiu a partir da necessidade de uma nação (Japão) em se reconstruir depois de ser devastada por uma guerra. Com isso, podemos ver que essa metodologia pode ser aplicada em diversos segmentos.

Ser especialista em Lean Manufacturing te ajuda a melhorar os processos com os quais você trabalha em seu setor e ainda te traz um bom reconhecimento no mercado de trabalho.

Conheça mais sobre o White Belt: https://www.gradusct.com.br/

Saiba mais em: https://www.gradusct.com.br/lean-manufacturing-ou-producao-enxuta/

Treinamento Online White Belt

10

Comente

Seu endereço de e-mail não será publicado.