KPI – métrica desempenho

Se você gerencia uma equipe ou trabalha em empresa, há uma boa chance de você ter ouvido falar dos principais indicadores de desempenho (KPI).

Chaves indicando a analogia a kpi

Independentemente de saber se você está familiarizado com eles ou se ainda estiver perguntando: “O que é um KPI precisamente?”, vamos fazer um pequeno curso de atualização até chegarmos a alguns exemplos e exemplos de equações para as principais métricas.

Antes de analisarmos alguns casos, vamos analisar nossa definição de KPI. Em sua forma mais simples, um KPI é um tipo de medição de desempenho que ajuda você a entender o desempenho de sua empresa ou departamento.

O KPI é originário da sigla em inglês para Key Performance Indicator, ou seja, Key Indicator of Performance. É um método para estimar se uma atividade ou muitas atividades são viáveis ​​para atingir as metas do negócio.

Há um grande número de KPIs que podem ser estimados. A questão essencial é escolher quais variáveis devem ser quantificadas.

Um KPI pode ser um número ou uma taxa. Por exemplo, para avaliar o número de páginas que um visitante viu no blog é possível criar para a sua empresa um KPI que seria o número de visitantes por página (9 páginas para cada visita, por exemplo). Outro KPI poderia ser a taxa de rejeição a uma página do site:  75%, por exemplo.

Um KPI fantástico deve agir como uma bússola, ajudando você e sua equipe a saber se você está tomando o caminho ideal em direção às suas metas táticas. Para ser eficaz, um KPI:

Deve ser quantificável.
Deve ser comunicado através de sua organização e departamento.
Deve ser crucial para alcançar seu objetivo. (Portanto, os principais índices de desempenho)

O problema é que existem centenas e centenas de KPIs para selecionar. Se você escolher o errado, então você está medindo algo que não se alinha com seus objetivos. Como, então, você deveria escolher os KPIs certos para sua empresa?

A melhor maneira de conseguir isso é pesquisando e compreendendo alguns dos principais KPIs. Desta forma, você terá uma melhor compreensão de quais são específicos para o seu negócio e quais não serão de nenhuma vantagem.

Benefícios do KPI

Uma empresa que não tem nenhuma pista sobre suas qualidades e deficiências provavelmente não conseguirá elaborar um plano de melhoria, e pode não ser capaz de garantir o sucesso. Desta maneira, além desta característica de fornecer direção, o KPI tem outras vantagens como:

Dar resultados quantificáveis ​​- os KPIs são metricas que fornecem resultados quantificáveis ​​e quantificáveis. Essa é a razão pela qual melhorias podem ser feitas nos resultados exibidos por eles. Isso leva em consideração a tomada de medidas corretivas para atingir os objetivos de negócios e, além disso, melhorar o atendimento ao cliente.

Melhorar o desempenho – os KPIs ajudam a reconhecer processos com bom desempenho, assim como aqueles com desempenho inferior. Ao longo destas linhas, eles podem ser utilizados para direcionar esforços e investimentos para melhorar processos.

Ofereçer Incentivos Individuais ao Desempenho – Os KPIs também podem ajudar a melhorar a execução individual dos funcionários da organização à medida que os dados transmitidos forçam as pessoas a trabalharem de forma mais adequada. O aprendizado de medições e atingimento de objetivos por parte das pessoas, se transforma em uma motivação para a melhoria contínua de uma empresa.

Aumentar Vendas – Outra vantagem dos KPIs é que eles podem ajudar a impulsionar negócios imensamente. As organizações podem definir objetivos para seus negócios e gerar remunerações para funcionários que atendam aos objetivos individuais. Isso cria um desafio sólido entre as pessoas e, dessa maneira, incentiva a organização a aumentar a eficiência.

Aumentar a produtividade – Quando a organização utiliza os KPIs para avaliar seu desenvolvimento e realizações, ela fornece aos seus funcionários objetivos quantificáveis. No momento em que um funcionário tem claramente o que deve entregar, ele direcionará esforços para alcançar o planejado, concentrando suas atividades explicitamente para atingir esses objetivos e, assim, alcançar as metas definidas.

Métricas Financeiras

Lucro:

Isso é evidente, no entanto, ainda é importante anotar, já que este é um dos indicadores de desempenho mais significativos por aí.

Não negligencie examinar a margem de lucro bruta e líquida para compreender melhor o sucesso da sua organização na criação de um alto rendimento.

Custo:

Quantifique a rentabilidade e localize as melhores maneiras de reduzir e gerenciar seus custos.

Objetivo: este é um contraste entre seus ganhos reais e sua receita projetada.

A elaboração de gráficos e a avaliação das discrepâncias entre esses dois valores permitirão que você identifique como seu departamento está se saindo.

Custo das mercadorias vendidas:

Ao computar todos os preços de produção de seu produto que sua empresa está vendendo, você pode ter uma idéia mais clara de como deve ser sua margem de lucro junto com sua margem de lucro real.

Esta informação é crucial para decidir como vender seus concorrentes.

Vendas por região:

Durante a análise de quais locais estão atingindo os objetivos de vendas, você pode fornecer um feedback muito melhor para regiões de baixo desempenho. Entender onde você se desviou da sua estratégia pode ajudá-lo a criar um orçamento departamental mais eficaz mais tarde.

Métricas de processo

Tickets de atendimento ao cliente:

A análise do número de tickets novos, o número de tickets resolvidos e o período de liquidação podem ajudá-lo a produzir o melhor departamento de atendimento ao cliente do seu setor.

Proporção de Defeitos do Produto:

Exigir a quantidade de unidades defeituosas, e dividi-la pelo número total de unidades geradas no período de tempo que você está examinando. Isso lhe dará a proporção de produtos defeituosos.

Eficiência:

A eficiência pode ser medida de forma diferente em cada negócio. Vamos usar o setor de produção como exemplo. Você pode medir a eficiência de sua empresa avaliando quantos componentes produziu a cada hora, ou caso queira pode também ver a porcentagem de tempo que sua fábrica estava funcionando.

Métricas de RH

Taxa de aposentadoria:

Essa métrica é especialmente essencial para qualquer organização que crie um plano de trabalho estratégico.

Ela pode ser calculada observando o número de funcionários que se aposentaram cem relação a todo o seu quadro de funcionários. Se você não tem uma força de trabalho em envelhecimento, a rotatividade também é uma boa medida.

Retenção:

A retenção é um KPI que indica a capacidade da empresa em manter seus talentos. Isso permite que você aprenda sobre a retenção média de funcionários no negócio, e está conectado a outras coisas, como a remuneração ou o clima de trabalho.

Juntamente com o custo de perder um empregado, a redução de talentos fará com que você gaste dinheiro e tempo para recrutar uma nova pessoa.

Um índice de alta rotatividade de pessoal implica altos custos para a empresa. A taxa de retenção é calculada comparando-se a quantidade de empregados que ingressaram na empresa em um período específico versus pessoas que permaneceram durante o mesmo período.

Tempo na posição

Muitas perdas de funcionários estão intimamente relacionadas com o tempo que elas mantêm exatamente na mesma posição.

Se eles sentirem que não serão promovidos, muitos funcionários tendem a procurar novas oportunidades fora do negócio.

Você pode calcular o tempo médio que leva para um funcionário ascender contando o número de meses que leva para cada funcionário ser promovido e dividindo o resultado pelo número total de funcionários na empresa.

Absentismo

Este indicador mede as ausências de trabalhadores devido a atrasos, licenças médicas ou ausências justificadas ou não justificadas.

Esse índice pode ajudar a prever os valores que você poderia esperar. Dependendo do valor médio desta hora trabalhada, o impacto do absenteísmo nos custos da empresa pode ser quantificado.

Tempo médio de recrutamento

Isso mede o tempo entre a declaração de um funcionário que está deixando a organização, e o outro candidato é selecionado e escolhido para substituí-lo.

É possível maximizar o período típico de cada nova contratação, mas tenha cuidado, muitos aspectos podem estar contidos aqui.

Gerenciamento de KPIs

Os KPIs devem ser controlados para que caso haja algum desvio, ou tendência de desvio, este seja prontamente resolvido para que se atinja os resultados esperados com estas variáveis.

Conheça mais sobre o Black Belt: https://www.gradusct.com.br/

Saiba mais em: https://www.gradusct.com.br/kpi/

Adesivo com o curso White Belt que explica kpi

1

Comente

Seu endereço de e-mail não será publicado.