O que é Inteligência Artificial (IA)?

A inteligência artificial agora é conhecida em Inglês como AI (Artificial Inteligencie) e, para nós como Inteligência Artificial Restrita, pois foi projetada para realizar um trabalho restrito (por exemplo, apenas reconhecimento facial, apenas pesquisas na Internet ou apenas dirigir um carro de um ponto A para o B).

No entanto, o objetivo de longo prazo de muitos pesquisadores é produzir AI geral (AGI ou IA forte). Embora a IA restrita possa superar as pessoas em qualquer tarefa específica, como jogar xadrez ou resolver equações, a AGI superaria os humanos em praticamente todos os trabalhos cognitivos.

Objetivos da AI

A inteligência artificial tem metas bem específicas que podem ser bem detalhadas, mas não podemos do nosso entendimento que há pessoas com agendas ocultas para ela.

Estamos falando de nações e organizações com objetivos bem diferentes, como uso militar ou desenvolvimento de máquinas que poderiam superar muito o homem em todas as atividades. Caso tenha interesse acesse: https://www.bostondynamics.com para ver alguns desenvolvimentos recentes.

Resumindo estes são os objetivos:

Para criar sistemas especialistas – Os sistemas que exibem comportamento inteligente, aprendem, demonstram, explicam e aconselham seus usuários.

Empregar Inteligência Humana em Máquinas – Criar sistemas que compreendam, pensem, aprendam e se comportem como pessoas.

Inteligência Artificial é o mesmo que Learning Machine?

Na verdade não. Embora ambos os termos sejam freqüentemente usados de forma intercambiável, eles não são os mesmos.

A inteligência artificial(IA) é um conceito mais amplo, enquanto o aprendizado de máquina (learning Machine) se tornou a aplicação mais comum da IA.

Um exemplo de Learning Machine é o sistema que a PayPal tem para detectar possível fraude!

Agora com relação a inteligência artificial, podemos citar os carros da Tesla, que guiam sozinhos:

Inteligência Artificial

Devemos reconhecer o aprendizado de máquina como uma aplicação atual da IA, que é centrada no desenvolvimento de aplicativos de computador que podem acessar informações, e aprender sem ajuda humana ou intervenção.

Todo o conceito de aprendizado de máquina é baseado na suposição de que devemos fornecer às máquinas acessibilidade à informação, e deixá-las aprender com elas mesmas.

Onde a AI é usada?

Muitas pessoas associam AI ao futuro distante. Eles acreditam erroneamente que, apesar de todo o burburinho sobre inteligência artificial, é improvável que a tecnologia se torne parte de suas vidas tão cedo.

Mal sabem eles quantos aspectos de suas próprias vidas já são influenciados pela IA.

Tome como exemplo a Siri ou Alexa – assistentes pessoais que já se tornaram o novo e normal para milhares de pessoas em todo o mundo. Esses dispositivos inteligentes, e similares podem reconhecer nosso discurso, analisar as informações a que eles têm acesso e oferecemos uma resposta ou solução.

O que é notável (e um pouco assustador) sobre esses assistentes é que eles sempre aprendem sobre seus clientes antes que eles possam antecipar corretamente as necessidades dos usuários.

Essas soluções são capazes de recomendar músicas com base nos seus interesses, ou monitorar as escolhas que você faz.

A IA esta progredindo em lugares que você menos espera. Por exemplo, quando você passa por breves notícias sobre o Yahoo !, as chances são grandes de serem compostas por IA.

O estado atual da inteligência artificial permite alguns componentes fundamentais do robô. Pode ainda não estar pronto para compor posts detalhados ou histórias criativas, mas faz um bom trabalho compondo posts curtos e fáceis, como resumos de jogos e resumos financeiros.

Por que a pesquisa em Inteligência Artificial é Segura?

A longo prazo, o objetivo de manter a influência da IA na sociedade inspira pesquisas valiosas em vários locais, desde economia e direito até tópicos técnicos como segurança e controle.

Inteligência Artificial

Considerando que pode ser pouco mais do que um pequeno aborrecimento se o seu laptop trava ou é hackeado, torna-se ainda mais significativo que um sistema IA faça o que você quer que ele faça:  controlar seu carro, seu avião, seu marca-passo, seu sistema automático de negociação.

Outro desafio de curto prazo é impedir uma corrida armamentista catastrófica de armas autônomas.

A longo prazo, uma questão importante é o que vai acontecer se a busca por IA forte (AGI) for bem-sucedida, junto com um sistema de IA, que se torna melhor do que indivíduos em todas as tarefas cognitivas.

Tal sistema poderia experimentar um auto-aperfeiçoamento recursivo, desencadeando uma explosão de inteligência deixando o intelecto individual para trás.

Ao conceber tecnologias novas e inovadoras, essa superinteligência pode nos ajudar a erradicar doenças, guerras e pobreza, e assim a produção de IA forte pode ser o maior evento da história da humanidade.

Há alguns que questionam se a IA forte será alcançada, e muitos outros que insistem que a produção de IA superinteligente é garantidamente benéfica.

Pode ser perigosa a IA?

A maioria dos pesquisadores concorda que é improvável que uma IA exiba emoções humanas como o amor ou o ódio, e que não há qualquer razão para esperar que a IA se torne descaradamente benevolente ou malévola.

Mas há um perigo que todos concordam e tem muito temor: o uso da IA para fins de destruição e guerra, onde esta seria usada como um “meio” para um “fim”.

Potencial uso e Exemplos de Inteligência Artificial

Já temos vários exemplos de aplicação da inteligência artificial no nosso dia à dia.

A empresa TechEmergence é uma empresa americana voltada ao estudo da inteligência artificial. A seguir vamos mostrar todo o levantamento feito por esta empresa, sendo que caso queira se aprofundar em IA basta acessar: https://www.techemergence.com

Deslocamentos

De acordo com seu relatório de 2015 do Texas Transportation Institute da Texas A & M University, os tempos movimentação das pessoas nos estados unidos vêm subindo ano a ano, resultando em 42 horas de atraso na hora do rush em 2014, que é mais do que um semana de trabalho total por ano, com uma perda estimada de US $ 160 bilhões em produtividade.

Claramente, há uma grande chance aqui para a IA criar um impacto tangível e visível na vida de cada pessoa.

Reduzir os tempos de deslocamento não é um problema fácil de resolver.

Uma única excursão pode envolver muitos modos de transporte (por exemplo, dirigir em uma estação de trem, andar no trem até a parada ideal e, em seguida, caminhar ou usar compartilhamento de viagens com essa parada até o destino final), sem mencionar o inesperado:

  • estrutura; percalços; cuidados de estrada ou trilha; e as condições meteorológicas podem restringir o fluxo de tráfego com pouca antecedência ou sem aviso prévio.
  • Além disso, as tendências de longo prazo podem não se adequar aos dados históricos, com base nas flutuações demográficas e contagens da população, na economia local e nas diretrizes de propriedade.

Veja como a inteligência artificial está ajudando atualmente a lidar com as complexidades do transporte:

Maps

Empregando informações de localização anônimas de smartphones, o Google Maps (Maps) pode avaliar a taxa de movimentação de visitantes a qualquer momento.

E, com a compra do programa de tráfego crowdsourced Waze em 2013, agora o Maps pode incorporar mais prontamente incidentes de tráfego relatados pelo usuário, como construção e acidentes.

O acesso a grandes quantidades de dados que estão sendo alimentados em seus cálculos proprietários significa que o Maps pode reduzir os deslocamentos ao sugerir os caminhos mais rápidos de ida e volta do trabalho.

Uber e o Lyft

Como eles podem determinar o preço do seu passeio?

Como eles minimizam o tempo de espera quando você chama um veículo?

inteligência artificial
Sistema de IA do UBER avaliando o trânsito

Como esses serviços podem combiná-lo de maneira ideal com outros passageiros para minimizar desvios?

A resposta é simples: usando inteligência artificial de ponta.

Voos comerciais utilizam um piloto automático

Pilotos automáticos com IA em linhas aéreas comerciais são um uso surpreendentemente precoce de tecnologias de inteligência artificial.

O New York Times informa que o voo típico de um avião da Boeing envolve apenas sete minutos de voo com direção humana, e isso geralmente é reservado apenas para decolagem e pouso.

E-mail

Sua caixa de entrada de e-mail parece ser um local improvável para a IA, mas a tecnologia está se destacando principalmente entre seus principais recursos: o filtro de spam.

Filtros diretos baseados em regras (ou seja, “filtrar mensagens com as palavras ‘farmácia on-line’ e ‘padre nigeriano’ que vêm de endereços desconhecidos”) não são eficazes contra spam, pois os spammers podem atualizar rapidamente suas mensagens para contorná-las.

Em vez disso, os filtros de spam devem aprender continuamente a partir de uma variedade de sinais, como as palavras da mensagem, os metadados da mensagem (de onde é entregue, quem a enviou etc.).

Ele precisa personalizar ainda mais seus efeitos com base em sua própria definição do que constitui spam, e talvez o e-mail de ofertas diárias que você considera spam seja uma visão bem-vinda nas caixas de entrada dos outros.

Por meio do uso de algoritmos de aprendizado de máquina, o Gmail bloqueia com sucesso 99,9% de spam.

O Gmail usa uma abordagem semelhante para categorizar seus e-mails em caixas de entrada principais, sociais e de marketing, além de marcar e-mails como significativos.

Em um artigo de pesquisa intitulado “A aprendizagem por trás da Caixa de entrada prioritária do Gmail”, o Google descreve sua abordagem de aprendizado de máquina e observa “uma enorme diferença entre as preferências do consumidor quanto à quantidade de correspondência significante”.

Quando um usuário marca mensagens em uma direção consistente, executamos um incremento em tempo real até o seu limite.

” Os pesquisadores testaram a eficácia do Priority Inbox nos funcionários do Google e descobriram que as pessoas com Prioridade “gastaram 6% menos tempo estudando e-mails em geral, e 13% menos tempo lendo e-mails sem importância”.

Sua caixa de entrada pode responder a e-mails para você?

O Google acredita que sim, o que explica por que ele introduziu uma resposta inteligente no Inbox em 2015, uma porta de e-mail de última geração.

A resposta inteligente usa aprendizado de máquina para indicar automaticamente três respostas breves (mas personalizadas) diferentes para responder ao email.

A partir de 2016, 10% dos e-mails dos usuários da Inbox foram enviados por meio de uma resposta inteligente.

Em um futuro não muito distante, a resposta inteligente será capaz de fornecer respostas cada vez mais complexas.

O Google já demonstrou suas intenções nessa área com o Allo, um novo aplicativo de mensagens instantâneas que pode usar a resposta inteligente para fornecer respostas de texto e emoji.

Plágio

Muitos estudantes secundaristas e universitários estão familiarizados com serviços como o Turnitin, uma ferramenta popular usada pelos professores para analisar a composição dos alunos para o plágio.

Enquanto o Turnitin não revela exatamente como encontra o plágio, a pesquisa demonstra que é um eficiente detector de plágio.

A chave para o plágio é a função de similaridade, que gera uma estimativa numérica de quão semelhantes são os dois arquivos.

Uma perfeita função de similaridade não é apenas precisa para determinar se dois arquivos são semelhantes, mas também eficazes para fazer isso.

Benefícios da Inteligência Artificial

1. Liberta as pessoas

Os humanos não são mais bem utilizados fazendo tarefas tediosas. As máquinas podem fazer isso, então é aí que a IA pode oferecer um benefício real.

Isso nos permite realizar os aspectos mais criativos e eficientes no emprego ou em atividades cotidianas.

2. Fortalece a economia

Todos nós vemos as manchetes: Robôs e IA irão substituir o ser humano. Isso é ficção em vez de fato.

A IA promove uma evolução lenta no mercado de trabalho que, com a preparação correta, será positiva.

Os indivíduos ainda farão o trabalho, mas farão o trabalho melhor com o apoio da IA, e com maior eficiência. A combinação inigualável de máquina e humana se tornará o novo normal na força de trabalho do futuro.

3. Diagnóstico Médico

A inteligência artificial é uma tecnologia que pode ser usada tanto para propósitos bons quanto nefastos, então é necessário ser mais vigilante.

As tecnologias mais recentes aparecem tipicamente implementadas para os mais ricos entre nós, mas a IA tem o potencial de ampliar o conhecimento e a compreensão para uma população mais ampla, por exemplo, diagnósticos de AI baseados em imagens de condições médicas poderiam permitir uma implantação mais ampla da telemedicina.

 4. Produção e Qualidade Melhorados

Um dos usos já em prática da inteligência artificial é o uso de sistemas de redes neurais para máquinas.

Este sistema quando desenvolvido e implantado, por exemplo, numa máquina de produção, pode aprender com o tempo a melhorar a produtividade e qualidade baseado nos dados colhidos dos materiais já processados.

Conheça mais sobre o Master Black Belt: https://www.gradusct.com.br/treinamentos/master-black-belt/

probabilidade

10

Comente

Seu endereço de e-mail não será publicado.