“….conflitos são naturais e necessários em muitos casos, por impulsionarem mudanças. Ainda assim, muitos conflitos acabam não sendo necessários, podendo destruir valores e causar prejuízos para as empresas e seus funcionários. O desafio principal dos gestores é saber diferenciar os conflitos produtivos dos maléficos, e trabalhar para administrá-los.”

           Burbridge e Burbridge (2012)

 

Gestão de Conflitos

 

Definição de Conflitos

Conflitos são situações de divergência entre dois ou mais indivíduos causadas pelos mais diversos motivos, desde diferenças culturais até religiosas, e que podem ter consequências desastrosas para os funcionários, líder e para a empresa.

Estes conflitos ocorrem em todos os níveis da organização, sem distinguir gênero e idade, e podendo ser somente troca de palavras como também chegar a agressões físicas ou pior.

Por esta razão o gerenciamento dos conflitos precisa ser uma das principais preocupações de um líder eficiente.

 

Tipos de Conflitos

São três tipos de conflitos: pessoal, interpessoal e organizacional.

  • Conflito pessoal:
    • é como a pessoa lida com ela mesma, são frustrações, inquietações e dissonâncias pessoais entre o que a pessoa quer ser e o que é e entre o que diz e o que faz.
    • Causa muita exaustão e stress interno.
  • Conflito interpessoal:
    • é aquele que ocorre entre pessoas, quando duas ou mais encaram uma situação de maneira diferente. E este conflito pode se estender para “intergrupal”, ou seja, grupos que não se entendem.
  • Conflito organizacional:
    • esse tipo de conflito se baseia nas divergências entre as pessoas sobre algo relacionado à empresa, como por exemplo:
      • Visões diferentes de como atingir metas
      • Soluções divergentes de como atender a demanda do cliente
      • Pontos de vista diferentes sobre prioridades
      • Entre outras

 

Causas de Conflitos

Conflitos podem ter várias causas, vamos ver algumas categorias:

Pessoal:

  • Diferenças de personalidade
  • Diferenças de valores pessoais
  • Diferença de status profissional
  • Diferença de status social
  • Inveja
  • Ciúmes
  • Caráter
  • Ego

 Profissional:

  • Propósitos profissionais diferentes (Agenda Oculta)
  • Objetivos e metas diferentes
  • Disputa por recursos
  • Recursos compartilhados
  • Relação cliente fornecedor (interna e externa)
  • Entrega de resultados
  • Extrema pressão por entrega de resultados
  • Ameaças

 

Papel do Líder nos Conflitos

O líder ou gestor tem papel decisivo no gerenciamento de conflitos, e para tanto seguem algumas dicas:

1. Saiba ouvir seus colaboradores:

  • Em meio a tanta tensão, é comum que os ânimos fiquem à flor da pele e,  nesse momento, é importante que você mantenha a calma para conseguir ouvir o que cada um tem a dizer.
  • Em um conflito, as duas partes vão apresentar suas razões para mostrar o quanto estão certas e o seu dever, como líder, é analisar cada argumento para tratar o assunto da forma correta.
  • Ao ouvir o que cada colaborador tem a dizer, você passará a impressão de que se importa com cada um deles e, com isso, eles ficarão mais tranquilos ao expor a sua verdade sobre a situação.

2. Incentive a participação de todos na resolução do problemas:

  • Fazer com que todos colaborem com a resolução de conflitos na empresa é uma excelente maneira de alcançar os resultados desejados. Dessa forma, seus colaboradores poderão fornecer alternativas para melhorar o ambiente organizacional e, assim, otimizar a produtividade das equipes envolvidas.
  • Todos precisam estar cientes de que um bom ambiente de trabalho pode beneficiá-los em diversas formas, desde o seu bom desenvolvimento profissional até a sua saúde emocional.

3. Tenha bom senso:

  • Para fazer a melhor gestão de conflitos dentro da empresa, o líder precisa ter bom senso.
  • Dessa maneira, será mais fácil resolver os problemas, suavizar as diferenças e reestruturar os processos para que esses desentendimentos possam ser diminuídos ao máximo.
  • Essa atitude fará com que os demais consigam enxergar onde estão errando, para, então, reconhecer seus equívocos e melhorar suas atitudes.

4. Conheça sua equipe de trabalho:

  • Um dos principais fatores que influenciam na gestão de conflitos nas empresas é conhecer a sua equipe de trabalho. Essa prática facilita muito a sua tomada de decisão, pois você saberá como orientar seus colaboradores e poderá realizar ações que sejam benéficas para todas as partes.
  • Conhecer cada um é fundamental, pois cada pessoa reage de uma forma diferente perante a mesma situação. Sendo assim, procure manter uma boa relação com todos, preocupando-se com as dificuldades e receios.

5. Elimine as falhas de comunicação:

  • Muitos conflitos surgem devido às falhas de comunicação. Dessa forma, é necessário que você seja claro ao delegar as tarefas e estipular metas. Esse tipo de falha é prejudicial para a rotina da empresa, pois faz com que o colaborador gaste muito tempo com uma atividade desnecessária.
  • A melhor forma de eliminar esse erro é padronizando os procedimentos da empresa, assim, você conseguirá diminuir a comunicação ambígua e melhorará a produtividade do seu time.

 

 

 

10

Comente

Seu endereço de e-mail não será publicado.