Brainstorming: entenda como usar e elaborar

Sabemos que o brainstorming  é essencial para o trabalho em equipe nas empresas que buscam novas ideias e soluções. Esse termo se refere à “chuva de ideias” que são obtidas em reuniões criativas na empresa.

Brainstorming

Geralmente, duas cabeças pensam melhor do que uma, e várias cabeças juntas pensam melhor ainda.

O conjunto bruto de muitas ideias podem criar um segundo conjunto de ideias aprimoradas até a equipe alcançar um número de ideias verdadeiramente positivo e aplicáveis para a realidade, necessidade e foco de mercado. A reunião precisa ser organizada, mesmo que haja descontração, a reunião não pode virar bagunça e nem disputa de sugestões, pois todas as ideias devem ser ouvidas e anotadas sem prévia censura.

Muitas vezes, é a partir de uma ideia realista ou “estranha” que surgem novos conceitos de trabalho e novas soluções.

O que é brainstorming?

Ao pé da letra significa “chuva ou tempestade de ideias”. É uma série de reuniões que pode ter a participação de pessoas de diferentes departamentos da empresa para criar conceitos e soluções inovadoras para determinado projeto e necessidade. Essa técnica pode ser empregada em empresas de diferentes setores, em instituições públicas e em trabalhos acadêmicos nas escolas e universidades.

Formalmente, a brainstorming precisa ser organizada, ter horário e até mesmo um roteiro para a extração de ideias e iniciativas. O principal objetivo é encontrar conceitos e abordagens inovadoras. No início é comum ocorrer excesso de ideias repetitivas ou estranhas, porém todas as ideias devem ser consideradas e respeitadas, possibilitando, posteriormente, o uso de um filtro intelectual e coletivo para selecionar as ideias mais aplicáveis e oportunas para determinada situação e projeto.

Benefícios do Brainstorming na empresa

As reuniões que buscam as “chuvas de ideias” ajudam a criar engajamento e a desenvolver a cultura da inovação na empresa. Sabemos que o ambiente corporativo estimula e contribui com a valorização da equipe quando existe a valorização do capital intelectual e da inovação.

Os focos da reunião

A reunião de “chuvas de ideias” pode apresentar dois focos distintos na busca por soluções e inovações. O primeiro foco visa raciocinar fora da caixa, ou seja repensar padrões e buscar pensamentos fora do ritmo repetitivo de ideias. É largar o mundo das velhas ideias como forma de superar os problemas da empresa.

O segundo foco é melhorar o clima organizacional da empresa, melhorando o ambiente de trabalho e de desenvolvimento.

Recursos humanos

Mesmo que a empresa seja usuária de muita área tecnológica com maquinaria e informática, o brainstorming envolve o uso de recursos humanos que precisa da contribuição dos colaboradores da empresa. Quando os funcionários participam das reuniões eles se sentem mais como parte da empresa, como alguém que pode fazer a diferença perante os gestores e o mercado.

Os melhores motivos para realizar a reunião

Essa técnica de obtenção de ideias surge nos anos 1940, proposta pelo norte-americano Alex Faickney Osborn. Ele acreditava que as soluções coletivas trariam resultados melhores e mais criativos do que as soluções individuais.

Não podemos menosprezar a criatividade autoral e industrial que surge a partir de um indivíduo. As ideias criadas por uma única pessoa também pode fazer a diferença. Mas, no processo de criação de projetos, negócios e soluções, uma única pessoa pode ficar sobrecarregada, apesar do insight inicial.

Características das reuniões

Por outro lado, segundo Alex Faickney Osborn as “reuniões de chuva de ideias” amplifica o surgimento de novas possibilidades. Essas reuniões, segundo Osborne devem apresentar as seguintes características:

Quantidade: Nas reuniões, quanto mais ideias direcionadas especificamente ao mesmo problema, maiores são as possibilidades.

Flexibilidade: A reunião deve propiciar novas abordagens das questões no processo de busca da solução de um problema, fugindo do tradicionalismo.

Liberdade: Sabemos que as ideias não podem nunca ser alvo de críticas durante uma reunião desse tipo.

Tangibilidade: As ideias, mesmo sendo normais ou estranhas, precisam ser realistas e apresentar a capacidade de sair do papel. No final, pergunte: como isso pode ser concretizado?

Interatividade: Lembramos que as ideias apresentadas podem ser sempre aperfeiçoadas em diferentes etapas, sem falar que mais de uma ideia podem ser combinadas entre elas gerando novas soluções.

Essas características acima reforça que o principal objetivo das reuniões é gerar soluções e futuros resultados para o grupo, a equipe e a empresa.

A evolução das reuniões

Brainstorming

Nem sempre os resultados são alcançados numa única reunião. Muitas vezes é necessário muito trabalho para desenvolver um produto inovador, uma campanha publicitária criativa e novas abordagens de negócios e vendas.

A prática

As reuniões de chuvas de ideias se tornam melhores com a prática. A realização nos momentos certos cria uma cultura de inovação e desenvolvimento de novas ideias para tomar boas decisões.

Nos dias atuais

Atualmente, a tempestade de ideias ainda é muito utilizada, não somente em agências de comunicação, mas em empresas de alimentos, beleza, transportes, tecnologia, informática, entre outros segmentos e empresas que necessitam de soluções.

Empreendedores iniciantes, por exemplo, precisam muito de levantar novas ideias de gestão, planejamento de produtos, vendas, abordagem ao cliente, distribuição, entre outros para medir e aplicar o seu potencial de investimento.

Até para atrair novos clientes e novos negócios é necessário desenvolver essas reuniões.

A reunião pode ser fortalecida com diferentes técnicas de anotação e seleção de ideias, o que é muito importante no  ambiente empresarial.

Paciência em equipe

Nem toda equipe está preparada ou aberta para as reuniões. Em determinadas empresas, pode ser indicado realizar reuniões por departamento, ou a cada tipo de solução de problema e, quando possível, selecionar pessoas diferentes para compor as mesas de ideias.

No início, o gestor pode perceber despreparo de seus funcionários, enxergando pouca criatividade ou visão nas primeiras reuniões de chuvas de ideias. Porém, o brainstorming também pode ser compreendido como um processo de desenvolvimento de uma nova cultura de pensamento na empresa.

Com o tempo a equipe se sentirá motivada a ter ideias e compartilhar opiniões. A partir dessas reuniões, a empresa ampliará as possibilidades para criar, planejar ou decidir sobre determinada solução.

Foco na quantidade

Como já falamos anteriormente, quando a reunião produz muitas ideias, mais possibilidades de visão e escolha a equipe terá. Muitas vezes é possível encontrar uma pedra de brilhante numa imensidade de ideias.

Evitar as críticas

Por mais ridícula uma determinada ideia possa ser, nunca critique uma ideia, pois isso pode desestimular a equipe. É importante sempre incentivar todos na sala.

Não é bom julgar alguém por ter dado alguma sugestão, por mais confusa ou estranha que ela possa ser.

Valorize as ideias realistas e as incomuns

Quando um conjunto de ideias estão fora do processo de entendimento e raciocínio comum elas podem gerar novos caminhos para novos meios e modelos de negócios.

Por outro lado, as ideias devem ser realistas, no sentido de responder a uma realidade que precisa ser resolvida ou construída positivamente.

Combinação de ideia

Nem sempre uma única ideia responderá às necessidades da equipe e da empresa. Uma única sugestão será a responsável por todo o processo que a empresa deseja construir?

Muitas vezes, uma ideia pode combinar com outra e gerar uma ideia mais simplificadora ou mais complexa que, de alguma forma, atinja os resultados.

Evolução dos resultados

A equipe terá interesse em acompanhar a evolução das ideias e, possivelmente, da conclusão das reuniões.

É importante manter os envolvidos informados sobre os resultados, não somente da reunião, mas dos projetos que serão e estão sendo implementados.

Essa informação passada para a equipe possibilitará incentivar ainda mais o processo criativo dos colaboradores.

Qualquer empresa pode realizar

Brainstorming

A reunião de brainstorming pode ser realizada por empresas de diferentes segmentos e portes. Empresas pequenas, médias e grandes, e até projetos sociais podem utilizar essa técnica de geração de soluções.

Conclusão

Portanto, a chuva de ideias é essencial para o desenvolvimento de ideias de projetos e soluções para as áreas comerciais, mercadológicas, acadêmicas e sociais.

A reunião pode ser iniciada a partir de uma série inicial de sugestões, jogo de palavras, apresentação de imagens ou tópicos de problemas.

A reunião pode ser iniciada e mantida de outras formas, sendo importante os gestores manterem a liberdade e o ritmo da equipe.

Sobretudo, é fundamental manter o engajamento da equipe para que todos não percam a vontade de participar e desenvolver ideias positivas no processo de chuvas de ideias.

Normalmente, no início as pessoas podem ficar tímidas ou com “branco” na cabeça, mas conforme as reuniões ganham ritmo elas podem se sentir mais incentivadas a desenvolverem ideias e, muitas vezes, as melhores ideias podem surgir de onde menos se espera.

Consideramos a prática dessa técnica como fundamental em qualquer tipo de empreendimento, negócio, grupo de estudos e projetos de diferentes causas fundamentais para a sociedade e para o mercado.

Faça nosso Mini Curso de Gestão Estratégicahttps://www.gradusct.com.br/treinamentos/gestao-estrategica/

Brainstorming

 

 

Brainstorming

0

Comente

Seu endereço de e-mail não será publicado.