Empreendedorismo de Sucesso – saiba 8 benefícios em ser empreendedor

O que é Empreendedorismo de Sucesso?

O empreendedorismo de sucesso é a atividade de projetar, iniciar e administrar uma nova empresa ou negócio, que em geral é inicialmente pequeno, mas com potencial para crescer.

Empreendedorismo de Sucesso

Também pode ser definido como a “capacidade e disposição para desenvolver, organizar e gerenciar um empreendimento comercial, juntamente com qualquer um dos seus riscos, de modo a criar um ganho”.

Em economia, o empreendedorismo de sucesso combinado com terra, mão-de-obra, recursos naturais e capital pode gerar lucro. O espírito empreendedor é caracterizado pela inovação e pela tomada de riscos, e é uma parte essencial da capacidade de um país ter sucesso em um mercado internacional cada vez mais competitivo e cada vez mais competitivo.

Embora as definições de empreendedorismo normalmente se concentrem no lançamento, e no funcionamento de empresas, devido aos grandes riscos envolvidos, uma proporção significativa de empresas iniciantes tem que fechar devido à “falta de financiamento, más decisões de negócios, crise econômica, falta de demanda do mercado, ou mesmo uma mistura de tudo isso.

Definição de Empreendedor

Um empreendedor é uma pessoa que abre uma empresa com o objetivo de gerar lucro.

Uma definição mais ampla do termo é usada muitas vezes em economia:

…. um empreendedor é uma pessoa que tem a capacidade de localizar, e atuar sobre as oportunidades de traduzir invenções ou tecnologia em novos bens.

O empreendedor de sucesso é capaz de reconhecer o potencial comercial de uma idéia e organizar o capital, capacidade e outras fontes que  a transformam em uma invenção comercialmente viável.

A principal razão pela qual algumas pessoas são considerados empreendedoras, embora alguns discordem, é o fato de que o negócio criado não necessariamente manterá sua forma inicial, pois empreendedores não ficam estão em busca de contínua transformação.

Por que pessoas se tornam empreendedores?

Qual é o fascínio do empreendedorismo? Com mais de 400 milhões de empreendedores, o empreendedorismo tem um apelo global.

Empreendedorismo de sucesso

Quer os empresários precisem de mais liberdade ou tornem o planeta um lugar melhor, todos eles assumem o controle de suas próprias vidas, vivendo a vida em seus próprios termos.

Aqui estão algumas das razões pelas quais as pessoas se tornam empreendedores:

Para mudar o mundo:

  • Muitos empresários tentam melhorar o planeta.
  • Quer os empreendedores pensem em exploração espacial, eliminem a pobreza ou criem uma solução prática, mas revolucionária, eles acabam construindo um novo apoio aos outros.
  • Alguns empreendedores usam seus negócios como um meio de levantar capital rapidamente para canalizar suas causas nobres.
  • Para os empreendedores sociais, construir um império é criar um mundo melhor para todos.

Eles não precisam de um chefe:

  • Algumas pessoas freqüentemente lutam para ter um chefe, e em alguns casos se sentem sufocados, restritos e retidos depois de certo tempo.
  • Alguns empresários podem sentir que têm uma maneira mais eficaz de fazer as coisas. Outros podem não gostar da falta de liberdade criativa. Ser o chefe pode ser mais satisfatório do que se tornar um.

Eles precisam de horário flexível:

  • Empreendedorismo de sucesso é frequentemente popular em torno de pessoas que precisam de horários flexíveis.
  • Muitas pessoas com deficiência freqüentemente desfrutam de empreendedorismo, uma vez que lhes permite trabalhar quando são capazes. A exemplo podemos citar pessoas com uma doença muito difundida hoje em dia chamada depressão que dependendo do momento limita e muito as atividades de um indivíduo.
  • Outro exemplo são os pais com filhos pequenos que podem se favorecer do empreendedorismo, uma vez que lhes permite criar filhos em casa ou até mesmo os levar e buscar na escola, sem ter que se sentir culpado por isso.
  • Os empresários não se candidatam aos empregos, eles os produzem. Isso tem risco, seja o risco financeiro de começar sua primeira marca ou o risco de não saber o que esperar, o negócio é arriscado.

 Eles são curiosos:

  • O empreendedorismo de sucesso faz com que as pessoas procurem encontrar a resposta para essa pergunta, “o que acontecerá se …” Essas pessoas são experimentais. Os empresários adoram estudar. Eles regularmente leem livros de empresas para avançar em seus conhecimentos.
  • Então, obviamente, o empreendedorismo os atrai porque a execução permite que eles entendam muitos assuntos que os permitem um crescimento continuado.

 Eles são ambiciosos:

  • Pessoas que adoram alcançar objetivos e marcos difíceis são feitas para serem empreendedores. Não há limite para o quanto o que um empreendedor possa fazer e, há sim uma capacidade de trabalhar para alcançar altos graus de resultados.
  • Como não há limite para o que eles podem alcançar, os empreendedores constantemente se vêem crescendo, e alcançando mais do que imaginavam. Quando os obstáculos são introduzidos na frente deles, eles descobrem a solução para seu objetivo. Para lançar a um empreendedorismo de sucesso a ambição precisa sem um fator a ser considerado.

Benefícios do Empreendedorismo de Sucesso

O empreendedorismo de sucesso traz muitos benefícios como:

Decisão sobre o Planejamento

  • Embora o empreendedorismo possa frequentemente exigir longas horas, o benefício de construir uma empresa é que você é responsável por determinar quando precisa trabalhar.
  • Em vez da monótona configuração de 8 às 17, você é capaz de ter mais liberdade. Não é que você esteja fazendo menos trabalho, mas sim que você está em posição de escolher se deseja trabalhar para acomodar diferentes atividades em sua vida.

Você acredita no que esta fazendo

  • Trabalhar em empreendedorismo é inspirador. Em vez de ser uma engrenagem na roda de uma corporação hierárquica gigante, você pode ver suas idéias fazer a diferença, e se dedicar para a construção de um novo negócio.

O seu local de trabalho varia

  • Não espere estar sempre operando dentro de um escritório enquanto estiver trabalhando ou fazendo sua própria start-up.
  • Empreendedores e outros fundadores de startups geralmente trabalham em casa ou em viagens, em vez de em um escritório. A capacidade de sair do escritório é uma ótima maneira de ter a capacidade de sofrer uma mudança na paisagem, e acabar com a monotonia de sempre trabalhar exatamente na mesma área.

Você é o Chefe

  • Você tem o controle sobre o que está acontecendo quando você está começando sua própria empresa. Você começa a construir uma equipe, escolhe onde a empresa está indo e dá as ordens.

Sua empresa pode mudar vidas

  • Parte do que um empreendedor faz é resolver problemas. Eles criam algo mais eficiente, fornecem um serviço melhor ou constroem um novo produto que ajuda as pessoas em suas vidas cotidianas. Seja o que for que os empreendedores estejam tentando vender, isso significa alterar e melhorar vidas (e gerar lucro).

Ser um líder

  • O empreendedorismo de sucesso exige uma capacidade de ver como sua empresa esta no mercado, e proporcionar mudanças de rumo quando necessário, acaba por forjar a liderança.

Motivação constante

  • Parte do que torna o empreendedorismo tão atraente é que ele é dinâmico e estimulante. A empresa está crescendo e se adaptando continuamente, mantendo todos em pé.

Transformação

  • O empreendedorismo de sucesso garante que a transformação constante seja parte da vida cotidiana de um empreendedor.

Empreendedores Famosos

Steve Jobs

Você não pode realmente fazer uma lista de “empreendedores de sucesso” que se preze sem colocar Steve Jobs. Jobs abandonou a faculdade porque sua família não conseguia lidar com o fardo financeiro de sua educação.

Ele não oficialmente continuou a frequentar as aulas, vivendo de refeições gratuitas do templo local Hare Krishna para sobreviver. Jobs fez aula de caligrafia onde teve a inspiração para os revolucionários tipos de letra e design de fontes do Mac.

Jobs passou a ter uma carreira inacreditável, acabando por formar a Apple Computer Company com seu amigo de infância, e especialista em eletrônica Steve Wozniak.

Muitas vezes referido como “O avô da Revolução Digital”, Jobs mudou para sempre a indústria de eletrônicos de consumo. Na época de sua morte, seu patrimônio líquido era de mais de US $ 8,3 bilhões, e sua influência será sentida por muitas gerações digitais que virão.

Benjamin Franklin

Apenas um empreendedor realizaria alguns dos experimentos malucos que ele estava sempre fazendo. Franklin criou, além do conceito da eletricidade, o para-raios, os óculos bifocais e o fogareiro Franklin (sim, aquele último pode ter sido um pouco fracassado).

Como muitos empresários famosos antes e depois dele, Franklin era um homem de mil chapéus. Cientista, impressor, político, inventor, autor, diplomata e homem de negócios experiente eram apenas alguns de seus muitos ofícios.

Bill Gates

Bill Gates, o segundo homem mais rico do planeta, um dos nomes mais reconhecidos no mundo, é tão famoso quanto as estrelas pop e estrelas de cinema devido ao seu perfil altamente público.

Bill sempre esteve no limiar desde que começou a carreira, com 13 anos de idade, a idade do computador pessoal estava longe de estar próxima e Bill, Paul Allen e alguns outros do ensino médio começaram a usar os computadores da época, o DEC O PDP-10 foi um deles.

Bill, Allen e seus amigos estudaram o funcionamento interno, fizeram anotações da linguagem de codificação e tentaram decifrá-lo para entender como um computador funcionava.

Eles acabaram sendo banidos do DEC PDP-10 depois de serem pegos explorando “bugs” de código, o que lhes permitia prolongar a quantidade de tempo que eles haviam sido alocados na máquina.

Em 1973, depois de concluir o ensino médio com 1600 (nota máxima), ele se matriculou na Universidade de Harvard. Enquanto estudavam em Harvard, Bill fez um novo amigo Steve Ballmer, e eles continuaram amigos até hoje.

Ballmer assumiu como CEO depois da aposentadoria antecipada de Gates da Microsoft. Depois de passar muito tempo estudando no sistema de computadores da universidade, Bill decidiu deixar Harvard para começar seu próprio negócio, em parte devido ao lançamento do Altair 8800, que usou a nova CPU 8080 da Intel.

Larry PAGE

Co-fundador de um dos navegadores de busca mais reconhecidos do mundo, o Google.

Não é de admirar que Larry tenha se interessado em ser um empreendedor de sucesso dentro da indústria de ciência da computação, uma vez que seus pais eram professores de ciência da computação na Universidade de Michigan.

Larry era uma pessoa de muita sorte, pois frequentou a Escola Montessori Radmoor (anteriormente a Okemos Montessori School), e depois completou um grau na ciência da engenharia da computação (BA Honours Degree).

Também finalizou um mestrado em Ciência da Computação pela Universidade de Stanford.

Em 1995, Larry conheceu Sergey Brin, que também era um colega de Stanford. Eles se tornaram amigos e eventualmente criaram um negócio juntos em 1996, formando a empresa Google Incorporated.

Larry ao lado de seu sócio Brin dirigiu o Google Inc. como co-presidentes da empresa, até a contratação do CEO Eric Schmidt.

Larry e Brin tiveram seu primeiro apoio financeiro de Andy Bechtolsheim, um dos co-fundadores da Sun Microsystems, com a quantia de US $ 100.000.

Foi neste momento que o Google surgiu como o mecanismo de pesquisa que conhecemos hoje.

Em 2001, o Google, agora global; estava produzindo lucros de mais de US $ 100 milhões e, em 2003, elevou esses lucros para US $ 960 milhões, um enorme crescimento em apenas dois anos! Google hoje em dia vale $ 172,399,800,300 ou mais.

Coco Chanel

É um daqueles nomes que todos conhecemos, e provavelmente um daqueles nomes que associamos ao mundo da moda e à sua perfumaria.

Conhecida mundialmente, Coco Chanel foi uma das empreendedoras mais criativas e bem-sucedidas de sua época. A sua primeira carreira foi a de uma cantora, apesar de não ter conseguido trabalho, seja porque tinha uma voz ruim ou porque havia excelentes cantores na época.

No entanto, a estimulou a se tornar a empreendedora que a conhecemos hoje. Em 1910, ela se tornou fabricante de chapéus e abriu sua própria loja em Paris, na França.

O negócio foi um sucesso e em 1913 ela abriu uma boutique em Deauville, onde começou a introduzir uma linha de roupas casuais de luxo que aparentemente eram adequadas para lazer ou esporte.

Em 1921, depois de inventar um perfume para si mesma, ela descobriu que outras pessoas gostaram tanto que ela decidiu apresentá-lo na sua butique  com o nome de Chanel No. 5.

Acredita-se que este perfume foi o primeiro desse tipo, por isso foi o perfume vendido em todo o mundo, e não apenas dentro de um estado ou país singular.

Em 1939, no início da Segunda Guerra Mundial, a Chanel decidiu fechar suas lojas, agora muitas, porque ela acreditava que era a hora errada de vender moda.

No entanto, após quatro anos sem trabalhar, ela decidiu que era hora de renovar sua paixão.

Em 1945, depois de se mudar para Paris (ela já havia se mudado para a Suíça), ela continuou com suas coleções de roupas e perfumes de luxo, e embora suas novas coleções não tenham tido muito sucesso com os parisienses na época, ela teve muito sucesso os clientes britânicos e americanos.

Hoje seu legado, Chanel, vale cerca de US $ 4,5 bilhões.

Walt Disney

Walt Disney é um ótimo exemplo de um empreendedor de sucesso.

Sua primeira atividade no entretenimento veio quando ele foi contratado para o pela empresa Kansas City Ad Company, onde ele aprendeu a fazer animações a partir de recortes.

Teve muita inspiração depois de ler o livro de Edwin G. Lutz,  e ficando bastante animado com as perspectivas de se tornar um animador profissional, ele deixou seu emprego.

Laugh-O-Grams, seu segundo negócio faliu devido principalmente aos custos de estúdio, custos de pessoal e falta de negócios para trazer receitas. O que significava que ele não era um mau empresário, ele era ruim com dinheiro.

Tendo realmente aprendido a lição de fracassar tão miseravelmente, Walt e seu irmão Roy foram para Hollywood, onde conseguiram obter um acordo de distribuição para ajudar nos negócios.

As coisas cresceram mais e os negócios começaram a crescer exponencialmente. Seus personagens únicos e sua capacidade de dar vida à animação realmente levaram os fãs aos cinemas e teatros.

A Disney vale hoje cerca de US$165 bilhões.

Conheça mais sobre o Black Belt:  https://www.gradusct.com.br/treinamentos/master-black-belt/

Saiba mais em: https://www.gradusct.com.br/?p=8144&preview=true

empreendedorismo de sucesso

desenvolvimento sustentável
10

Comente

Seu endereço de e-mail não será publicado.