Folha de Verificação – Saiba os 7 benefícios desta ferramenta

O que é uma folha de verificação?

Uma folha de verificação é uma forma estruturada, pronta para coletar e analisar dados. Esta é uma ferramenta genérica que pode ser acomodada para uma ampla gama de propósitos.

Quando usar

Quando as informações podem ser observadas e coletadas repetidamente pela mesma pessoa ou precisamente no mesmo local.

Ao coletar dados sobre a frequência ou padrões de eventos, problemas, defeitos, defeito no local, causas da falha, etc.

Ao coletar informações de um processo de fabricação.

Como fazer

Antes de usar a folha de verificação, tome uma decisão sobre qual evento ou problema será detectado. Desenvolva definições operacionais, ou seja, defina o que configura realmente um problema, e de preferência descreva como funciona a atividade quando ausente de defeitos.

Decida quando as informações serão coletadas e por quanto tempo.

Projete o formulário. Configure isso para que os dados possam ser gravados simplesmente fazendo marcas de seleção ou Xs ou símbolos comparáveis ​​e para que as informações não precisem ser recopiadas para análise. Esta abordagem é a original do método de folha de verificação.

Identifique todos os espaços neste formulário.

Teste a folha de teste por um curto período de teste para garantir que ela reúne os dados ideais e é simples de usar.

Toda vez que o evento ou problema desejado ocorrer, registre os dados na folha de verificação.

Benefícios

Podemos elencar vários benefícios no uso desta ferramenta, sendo os principais:

  1. A folha de verificação é uma maneira simples e eficaz de exibir dados.
  2. É um passo inicial fantástico na compreensão do problema, uma vez que oferece uma ferramenta de coleta de dados uniforme, que pode servir de início para projetos de melhoria contínua usando a metodologia DMAIC por exemplo.
  3. Fácil de usar.
  4. Pode identificar a causa raiz de um problema.
  5. Um primeiro passo na construção de outras ferramentas gráficas.
  6. Pode ser usada para fundamentar ou refutar alegações.
  7. Outro aspecto importante é o apelo visual, pois rapidamente pode ser compreendido, não demandando explicações mais aprofundadas.

Formato

A definição de uma folha de verificação é que as informações são listadas fazendo marcas nela representando o número de defeitos de um determinado produto ou processo, vide figura abaixo. Uma folha de verificação típica é dividida em regiões, e as marcas feitas em várias áreas têm diferentes significados. (link para download).

folha de verificação
folha de verificação – conceito original

Os dados são lidos detectando a localização e o número de marcas na folha, sendo que a folha de verificação normalmente tem as informações abaixo:

  1. O que coletar;
  2. Onde coletar;
  3. Por que coletar;
  4. Quem será o responsável pela coleta;
  5. Datas das coletas.

Alternativamente a folha de verificação pode ser usada em diferentes formatos como o abaixo mostrado, que ao invés de entrar com representações de defeitos, se coloca o número de defeitos encontrados. Ou seja, ao invés de marcas se usa números  como mostrado abaixo (link para download).

folha de verificação
folha de verificação – conceito alternativo

Para que serve a folha de verificação

  1. Para quantificar defeitos por tipo.
  2. Quantificar defeitos por localização.
  3. Para medir defeitos por gatilho (máquina, trabalhador).
  4. Para acompanhar a conclusão das etapas em um procedimento de várias etapas (em outras palavras, como uma lista de verificação).
  5. Para avaliar a forma da distribuição de probabilidade de um processo.

Quantificar Defeitos por tipo

Ao avaliar a distribuição de defeitos de um processo, pode-se registrar todas as informações do processo e, em seguida, construir uma distribuição de frequência em um momento posterior. Abaixo colocamos o histograma gerado automaticamente pela nossa planilha que foi descrita acima:

folha de verificação
folha de verificação – por defeitos

No entanto, uma folha de verificação pode ser usada para construir a distribuição de frequência (histograma como o acima) à medida que o processo é detectado.
Este tipo de histograma possibilita a leitura e verificação do nível de defeitos atual versus um nível limite de defeitos que pode ser aceitável e definido.

Cada vez que o histograma gera um sinal de resultado, ele mede (ou avalia) o sinal de saída, gerando gráficos que podem servir de base para os seguintes questionamentos: Os valores estão distorcidos?

Pode haver mais de um pico? Há algum outliers (causa especial como queda de energia e outras)? As marcas de verificação caem inteiramente nos limites de especificação com espaço de sobra?

Quando há evidência de não-normalidade ou quando a abordagem está produzindo resultados substanciais próximos ou além dos limites definidos, um esforço de melhoria de processo para remover a variação de causa especial deve ser realizado.

Quando um produto ou processo monitorado por folha de verificação é reconhecido como candidato a melhoria, é importante entender que tipos de defeitos ocorrem em suas próprias saídas e em suas frequências relativas.

Esta informação atua como um guia para explorar e remover as fontes de defeitos, começando com o mais frequente.

Quantificar defeitos por localização

Observe que, embora muitos tipos de folha de verificação agreguem observações de várias partes do processo, normalmente, uma folha de verificação de defeito é utilizada por saída do processo.

Quando uma saída do processo a ser avaliada possui várias regiões possíveis de defeitos, a folha de verificação pode ser adaptada para capturar a concentração de defeitos nestas regiões, veja abaixo um exemplo:

folha de verificação
folha de verificação

Outras análise que a folha de verificação possibilita é a identificação dos defeitos que mais aparecem. Uma das ferramentas usadas para isto é o Pareto:

folha de verificação
folha de verificação

Conheça mais sobre o Yellow Belt: https://www.gradusct.com.br/yellow-belt/

Saiba mais em: https://www.gradusct.com.br/?p=7925&preview=true

probabilidade

10

Comente