O maior problema com a ISO 14001 e como você pode resolver

Nos últimos anos, muito tem se falado a respeito dos Sistemas de Gestão Ambiental, principalmente da ISO 14001, e como eles podem impactar a realidade das empresas.

ISO 14001
ISO 14001

Como consequência disso, a ISO 14001 vem sendo buscada por muitas organizações que visam conciliar crescimento e sustentabilidade.

Apesar do interesse, no entanto, a maioria esbarra em um grande problema em relação ao assunto, que é a implementação. Isso porque em muitos casos o processo pode se mostrar mais complexo do que a maioria imagina.

Apesar disso, a verdade é que com as respostas corretas para as principais dificuldades encontradas, é possível driblar a questão e realizar uma implementação efetiva.

Para ajudar quem deseja seguir esse caminho, portanto, apresentamos aqui uma série de dicas nesse sentido. Confira!

O que é a ISO 14001

Se você chegou até aqui, o mais provável é que saiba exatamente do que se trata e para que serve a ISO 14001, certo? Todavia, para garantir que nada passe despercebido, vamos resumir aqui o que é esse sistema.

De modo simples e direto, podemos definir a norma ISO 14001 como uma ferramenta que ajuda as empresas na identificação e priorização dentro do gerenciamento de riscos ambientais.

Em outras palavras, isso significa um conjunto de ações que auxiliam a empresa a dar atenção especial às questões mais relevantes de um negócio. Para tanto, dentre outras coisas a norma obriga as organizações a se comprometerem com a prevenção à poluição.

Isso deve ser realizado de maneira contínua dentro de um ciclo de gestão empresarial ligado ao ambientalismo. Portanto, seu intuito é adequar-se à natureza, minimizando quaisquer impactos ambientais.

Um detalhe importante nesse sentido é que todas as ações precisam ser documentadas, e informadas aos colaboradores. Isso sem contar que também deve ser disponibilizada ao público.

Implementação: o maior problema com a ISO 14001

Entendido do que se trata, é hora de falarmos sobre o maior problema que as organizações enfrentam nesse sentido, que é a fase de implementação.

As dificuldades encontradas nesse caso, surgem pela complexidade em aliar crescimento econômico e sustentabilidade, conceitos que são quase antagônicos.

Para melhor compreensão disso, precisamos considerar que a norma não se trata apenas de uma mera manifestação de interesse em melhoria ambiental.

Em vez disso, trata-se de um documento oficial que conta com a descrição de procedimentos padrões que devem ser adotados pelas organizações.

Tal documento é feito por especialistas, e também segue um padrão específico que inclui um Sistema de Gestão Ambiental obrigatório. O objetivo deste documento é permitir que a estrutura da organização permite controle dos riscos e impactos ambientais, mas não só isso.

É preciso que tudo seja feito de modo que os processos sejam otimizados, e as empresas se foquem também nas oportunidades, não apenas nos riscos. Não por acaso, a norma se estende aos motivos financeiros da instituição mediante os impactos decorrentes de suas práticas.

A fase de implementação é a que antecede a da certificação, esta por sua vez, feita por uma certificadora credenciada pelo INMETRO. Com base em tudo o que foi dito, portanto, é simples entender porque a implementação se mostra um grande problema.

Como implementar a ISO 14001 e superar as dificuldades

Agora, conforme adiantamos, é totalmente possível lidar com as questões relacionadas à implementação de modo a superar as dificuldades.

Para isso, é fundamental ter em mente que será necessário empenho, o que se deve às singularidades relacionadas às regras de proteção ambiental.

Isso porque, especialistas consideram a ISO 14001 como a mais complexa dentre as normas, pelo que, é preciso redobrar a atenção enquanto se implantam as medidas necessárias.

Toda essa dificuldade, contudo, não deve ser motivo para desânimo. Isso porque a preocupação com valores sustentáveis é algo essencial para uma organização moderna.

Com isso em mente, as dificuldades se dissipam, pois há um reconhecimento de que todo esforço será recompensado.

Dito isso, chegamos aos passos fundamentais para contornar as dificuldades relacionadas à implementação. No total são seis dicas que apresentamos nos próximos tópicos.

1 – Conscientização

O primeiro passo para reduzir as dificuldades na implementação da ISO 14001 é saber sobre todos os dados relacionados ao impacto ambiental causado pelas empresas.

Isso mostra à organização qual é o seu papel, e como ela pode aderir a medidas que reduzem os estragos à natureza sem abrir mão da rentabilidade.

2 – Envolvimento

Entendido que a adesão ao ISO 14001 é uma real necessidade, é importante envolver todos os colaboradores na busca pela implementação. Todos precisam reconhecer a importância de uma organização com valores sustentáveis.

O nível de comprometimento dos envolvidos é que irá definir com que velocidade a implantação transcorrerá.

3 – Disseminação de conhecimento

Para que os colaboradores de fato se envolvam no assunto, é importante estimular a participação com treinamentos e incentivos.

Isso pode ser feito por meio do compartilhamento de conteúdo, e incentivo para que a liderança treine o pessoal de modo a melhorar a fluidez no processo de implantação.

4 – Divulgação externa da norma

Depois de oficializar o interesse em se adequar ao ISO 14001, é importante que a organização demonstre à sociedade esse novo valor.

ISO 14001
ISO 14001

Em outras palavras, é preciso demonstrar que a empresa investe em sustentabilidade, isso ajuda a melhorar a credibilidade e incentiva outras organizações.

5 – Estabelecer uma equipe de implementação

Para que os resultados sejam satisfatórios, é importante que a organização defina uma equipe de implementação. Nesse caso, todos os que se envolvem no processo devem ser profissionais treinados, e prontos para facilitar o andamento das ações necessárias.

6 – Orientação de empresa especializada

Por último, mas não menos importante, é essencial que a implementação seja realizada com o auxílio de uma empresa especializada. Isso porque, conforme já citado, a implantação da ISO 14001 é a mais complexa dentre às normas.

Diante disso, ela exige um tempo maior para adequação aos requisitos, pelo que, realizar o processo com profissionais especializados facilita o andamento.

Para quem pretende obter maiores informações sobre o processo de implantação, a boa notícia é que existe uma série de opções disponíveis atualmente.

Uma delas é contar com consultoria sobre o assunto, algo que se mostra altamente eficiente, sendo um dos melhores caminhos atualmente.

 

Conheça mais sobre o Yellow Belt: https://www.gradusct.com.br/treinamentos/yellow-belt-o-que-e/

Saiba mais em: https://www.gradusct.com.br/?p=7209&preview=true

TPS - Sistema Toyota de Produção

10

Comente