BOXPLOT como ferramenta de Análise

O boxplot é um diagrama inspirado em uma caixa, justamente como o nome indica. Usa as referências de valor máximo e mínimo, organizados dentro do primeiro e terceiro quartil.

Complementar ao histograma, o box plot identifica de maneira gráfica e simples as variabilidades, outliers (medidas divergentes), e as características de locação, valor mediano, dispersão e amplitude dos dados.

Basicamente, ao centro do boxplot estão dispostos os valores do primeiro e terceiro quartil, onde estão concentrados 50% dos dados e, em suas hastes (inferiores e superiores) se organizam os dados de menor ao maior valor. Portanto, do início ao fim, esse gráfico corresponde a 100% da base de dados analisada.

Boxplot é muito usado em melhoria contínua, desde projetos Green Belt até projetos mais complexos de Master Black Belts.

Mas por que o boxplot é interessante?      

O boxplot resume cinco estatísticas extremamente úteis, que são o mínimo, primeiro quartil, mediana, terceiro quartil e máximo. Os dados estão agrupados, mas mostram visualmente a definição exata da localização, dispersão, assimetria, comprimento de cauda e outliers.

Tomar decisões sob esse prisma é mais simples, especialmente quando se observa os pontos discrepantes (em asterisco), que são na realidade causas especiais agindo, e que precisam ser analisadas cuidadosamente.

Fonte: GRADUS, 2018
Fonte: GRADUS, 2018

 

Outra característica importante do boxplot é que visualmente consegue-se ver quanto os dados estão concentrados ou não, ou seja, conseguimos ver a variação dos dados e compará-la com outros dados, veja abaixo a comparação da temperatura das câmaras de resfriamento C1 e C2:

Fonte: GRADUS, 2018
Fonte: GRADUS, 2018

Não existe uma forma única de apresentar um boxplot e nem de interpretá-lo, mas para que a ferramenta seja efetiva e o funcionamento se dê de uma maneira prática, observe:

  • mediana, que corresponde ao centro dos dados
  • máximos e mínimos valores, que mostram a amplitude
  • outliers (causas especiais que precisam ser verificadas)
  • simetria
  • assimetria

Pelo boxplot é possível notar de maneira rápida os comportamentos diferenciados, assim como avaliar os conteúdos dados pelas informações que ele gera, também visualmente.

Variabilidades, desvios padrões, previsibilidade e as condições que deverão gerar mais consistência aos processos são visíveis. Além de tornar evidente, é uma ferramenta assertiva para absorver conteúdos importantes, definindo decisões que podem impactar positivamente na gestão.  

 

Comente