A competitividade de uma empresa ou marca no mercado está diretamente ligada a processos econômicos, eficientes e resultam em qualidade nos serviços prestados. Uma das metodologias com mais ferramentas utilizadas para atingir a excelência é o Seis Sigma, sistema de implementação de melhorias nos processos internos e externos, que assegura custos de operação menores e maximização dos lucros.

Os especialistas responsáveis por implementar a metodologia e suas ferramentas são os Belts. A formação desses profissionais aumenta exponencialmente a procura por seus perfis. Ela precisa ser feita em locais especializados como a GRADUS, que emite certificados oficiais, de reconhecimento internacional e que dão a permissão para exercer sua função em empresas, instituições ou organizações.

 

O que significa 6σ? 

A letra sigma pertence ao alfabeto grego e também significa a variação utilizada em estatística. Refere-se a redução da variação em todo e qualquer processo, tornando-o mais previsível e garantindo as especificações dos clientes.

Ou seja:

σ = variação de qualquer processo 

Portanto, você pode utilizar o Seis Sigma como a ferramenta de precisão que é. Essa variação irá determinar matematicamente o nível de desempenho dos processos da sua empresa e, assim, obter um diagnóstico de quanto defeito está sendo gerado.

O Seis Sigma funciona como uma escala de qualidade:

 

Fonte: GRADUS, 2018

 

O desenvolvimento de projetos Seis Sigma melhora a eficiência dos processos internos e externos, reduzem os custos decorrentes da má qualidade, eliminam defeitos e reduzem ciclos de processo e, como resultado, melhoram o serviço oferecido para o cliente.

O Seis Sigma funciona para a definição de metas e aplicação de ações para o encontro de soluções às demandas específicas. Antes de cortar custos, ou comprometer de alguma forma a qualidade do serviço, os gestores podem utilizar os resultados dos projetos Seis Sigma para a tomada de decisões assertivas, que resolvem cirurgicamente os problemas.

 

Comece pelo começo!  

O Seis Sigma é uma metodologia técnica, que exige conhecimento de matemática e estatística para realizar cálculos a partir dos dados, de raciocínio sofisticado. Mas lembre-se: nem todos precisam tê-los. A equipe precisa ser multidisciplinar.

As lideranças, ou seja, quem aplica e coordena o projeto Seis Sigma são sempre Master Black Belts ou Black Belts, treinados e certificados pela metodologia, que devem ter feito formações em locais habilitados, assim como a Gradus.

Para conduzir a equipe, pode-se utilizar a equipe ao longo das etapas do ciclo DMAIC, ensinando e treinando adequadamente todos os envolvidos a aplicar as ferramentas e identificar as oportunidades de melhoria.

Os Yellow Belts são profissionais que realizam etapas de baixa complexidade, que não dependem de grande número de interações com outros processos e departamentos.

Green Belts executam ações de complexidade média, que são orientadas pelos Black Belts. A partir da criação de cultura e evolução das melhorias, que resultam da implementação de um projeto Seis Sigma, a empresa terá vivido uma mudança de cultura básica, estrutural. Isso ajuda a modificar os critérios de promoção e remuneração, que passam a ser baseados nos resultados do Seis Sigma.

Portanto,

6 σ = economia de recursos + crescimento da produtividade + aumento de ganhos

 

Comente